0
Share

Filosofia e Flexibilidade Curricular 12 de julho | Aveiro

Enquadrado pela implementação das políticas educativas relativas ao processo de autonomia e flexibilidade curricular dos currículos do ensinos básico e do ensino secundário (CEBS), a  Associação de Professores de Filosofia e a Sociedade Portuguesa de Filosofia organizaram um encontro nacional de professores subordinado ao tema Filosofia e Flexibilidade Curricular.

 

Sendo a autonomia e a flexibilidade curricular a possibilidade de as escolas enriquecerem o currículo, este enriquecimento surge no cruzamento do “Perfil dos Alunos à saída da escolaridade obrigatória” e as “Aprendizagens essenciais” das diferentes disciplinas que constituem o currículo.

 

Neste cruzamento, é relevante discutir de que forma a disciplina de Filosofia, a partir das suas “Aprendizagens essenciais”, se pode articular com as restantes disciplinas do currículo e deve contribuir para o desenvolvimento das competências do Perfil do Aluno.

 

Dia – 12 de julho de 2018

Local – Auditório C.2.22 do Departamento de Educação e Psicologia da Universidade de Aveiro

 

Programa

09h00 | Recepção dos participantes

09h30 | Sessão de abertura

               Eduardo Anselmo Castro, Vice-Reitor da Universidade de Aveiro

               Carlos Silva, Diretor do Departamento de Educação e Psicologia da Universidade de Aveiro

               Isabel Cabrita, Coordenadora do ccTICua

               Representante da DGE a designar

               Isabel Bernardo, Presidente da Direção da Apf

               José Meirinhos, Presidente da Direção da Sociedade Portuguesa de Filosofia

 

10h00 | Perfil de Aluno, aprendizagens essenciais, inovação de práticas docentes e avaliação

Aprender o essencial – o currículo como uma questão epistemológica

Maria do Céu Roldão, Faculdade de Educação e Psicologia da Universidade Católica do Porto

O Projeto de Autonomia e Flexibilidade Curricular como oportunidade para a transformação das práticas docentes

Ariana Cosme, Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto

 

11h00 | Coffee Break

 

11h30 |  Práticas de integração pedagógicas em Filosofia

Diálogo filosófico e argumentação na sala de aula: uma iniciativa interdisciplinar para a flexibilidade curricular

Dina Mendonça e  Chrysi Rapanta, Universidade Nova de Lisboa

 

Lecionação da Filosofia da Religião a partir da Lógica, Metafísica e Epistemologia

Domingos Faria, professor do ensino secundário e doutorado em Filosofia

 

12h30  | Almoço

 

14h00  | Propostas de integração pedagógica em Filosofia

A filosofia no âmago da flexibilidade curricular

Ana Maduro, professora de Filosofia e  doutorada em Ciências da Educação

 

A utilidade da lógica na lecionação do programa de Filosofia

Faustino Vaz, Agrupamento de Escolas Dr. Manuel Laranjeira

O Ensaio Filosófico ou a construção de melhores mundos possíveis

Manuel João Pires, Presidente da PROSOFOS

 

Ferramentas digitais na didática da Filosofia

Sérgio Lagoa, membro da Direção da Apf

 

16h30 | Cubism and Perceptual Realism

Dan O´Brien, Universidade Brookes, Oxford

(tradução simultânea)

17h30 – Encerramento

* Encontro creditado na modalidade de formação de curta duração pelo CEFOP de Conímbriga

 

 

Conferencistas

 

Ana Maduro

Ana Maduro, licenciada em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, é doutorada em Ciências da Educação pela Universidade Aberta. Professora do ensino básico e secundário, foi nvestigadora da FCT, no CEMRI, da Universidade Aberta de 2009 a 2011. Participou em várias conferências e seminários organizados pelo ACIME, pelo Ministério da Educação (DEB/DES) e pela APEDI, no âmbito da Flexibilidade Curricular, entre 1998 a 2014.

 

 

 

 

Ariana Cosme

Doutorada em Ciências da Educação pela Universidade do Porto, é professora na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação na Universidade do Porto onde coordena o Observatório de Vida das Escolas integrado no CIIE, Centro de Investigação e Intervenção Educativas. Fez um Pós-Doutoramento no campo da Formação de Professores na Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Brasil onde é professora convidada. Autora de obras que se debruçam sobre a problemática da mediação educativa e pedagógica e a reconfiguração da profissão docente, desenvolve essa reflexão, sobretudo no domínio da Educação Básica, o que justifica a intervenção que tem vindo a desenvolver como formadora e consultora de Escolas inseridas em Territórios socialmente vulneráveis, os TEIP’s e em Projetos de Inovação Pedagógica, os PPIPs. É consultora do PAFC, Projeto de Autonomia e Flexibilidade Curricular, projeto regulamentado pelo Despacho 5908/2017.

 

 

Chrysi Rapant

Investigadora Post-doc no Instituto de Filosofia da Universidade Nova de Lisboa, sob o projeto individual financiado pela FCT “Learning in Communities of Practice: an argumentative approach to educational praxis” Foi, de 2012 a 2015 Professora Auxiliar de Comunicação na Zayed University, Dubai, EAU e de 2008 a 2011 Assistente de Investigação e Ensino na área de novas tecnologias na educação na Universitá dela Svizzera italiana, Lugano, Suiça.

 

 

 

 

 

 

Dan O’Brien

Doutorado pela Universidade de Birmingham, é atualmente professor na Oxford Brookes University, tendo anteriormente lecionado nas universidades de Birmingham, Keele e Warwick. Especializa-se em David Hume, epistemologia do testemunho e da confiança e conceções acerca da mente divina. Fundou e organiza o Oxford Hume Forum e a Brookes International Hume Workshop. Lidera este ano um grupo de investigação sobre humildade intelectual e outro sobre ação divina. Atualmente orienta investigadores trabalhando em filosofia da mente e ciência cognitiva.

Dan redigiu a segunda edição do seu An Introduction to the Theory of Knowledge (Polity), uma edição dos escritos de Hume sobre religião e trabalha em vários artigos, como ‘More Testimony and Lies’, ‘Divine Empathy’; ‘Hume on Education’ e ‘Hume, Sympathy and Testimony’. Faz arbitragem para as revistas The Philosophical Quarterly, Philosophica, Sophia, Critica, Erkenntnis, Religious Studies, e para as editoras Ashgate, Polity, Routledge and OUP.

É membro da Mind Association, da Hume Society, da British Society for the History of Philosophy e da British Philosophical Association.

Para além de inúmeros artigos, é autor/editor dos seguintes livros,

Philosophy and Gardening, An Introduction to the Theory of Knowledge, 2nd Revised Edition, Polity (2016)
O’Brien D, Bailey A, Ed., Bloomsbury Companion to Hume, Bloomsbury (2015)
O’Brien D, Bailey A, Hume’s critique of religious beliefs: sick men’s dreams, Springer (2013)

 

 

Dina Mendonça

Doutorada em Filosofia pela University of South Carolina, (USC) Columbia, EUA com a Tese: The Anatomy of Experience. An Analysis of the Concept of Experience in John Dewey, orientada por Prof.Tom Burke. É autora de numerosos artigos e capítulos de livros, nomeadamente na área da Filosofia com Crianças e Jovens.

 

Domingos Faria

Domingos Faria é investigador no Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa, membro da Sociedade Portuguesa de Filosofia Analítica, e membro do grupo LanCog. Concluiu em 2017 o doutoramento em Filosofia, na especialidade de Epistemologia e Filosofia da Religião, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Vencedor da edição de 2017 do Prémio de Ensaio Filosófico Manuel Barbosa da Costa Freitas promovido pela Universidade Católica Portuguesa. É autor de manuais escolares, bem como de materiais didáticos, de Filosofia para o ensino secundário. Neste momento é professor de Filosofia no Colégio Pedro Arrupe e leciona cursos de formação para professores nos domínios da lógica, epistemologia, metafísica, e filosofia da religião. No endereço www.domingosfaria.net pode consultar o seu blog de filosofia.

 

 

Faustino Vaz

Licenciado em filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto e professor de Filosofia do Agrupamento de Escolas Dr. Manuel Laranjeira (Espinho). É autor de manuais escolares e artigos introdutórios, especialmente sobre temas e autores do programa de filosofia do ensino secundário. Tem concluída a parte curricular do doutoramento em bioética na Universidade Católica.

 

 

 

 

Manuel João Pires

Licenciado em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, com conclusão da parte curricular do Doutoramento em Filosofia. Participou em colóquios nacionais e internacionais, tendo vários trabalhos publicados. É professor de filosofia no ensino secundário e, em complementaridade com a atividade docente, é membro da SEA – Sociedade de Ética Ambiental. Integra os órgãos sociais da associação O Que é? e, desde fevereiro de 2015, é presidente da PROSOFOS – Associação para a Promoção da Filosofia, responsável, entre outras atividades, pela organização das Olimpíadas Nacionais de Filosofia e pela participação de Portugal na International Philosophy Olympiad.

 

Maria do Céu Roldão

Licenciada em História pela Universidade de Lisboa, é doutorada em Educação (na especialidade de Teoria e Desenvolvimento Curricular) pela Simon Fraser University, Vancouver, Canadá, e Agregada em Educação pela Universidade de Aveiro. É, desde Fevereiro de 2011, Professora Associada Convidada da Universidade Católica Portuguesa, onde assegura docência pós-graduada e orientação de investigação de doutorandos, incluindo co-orientação de uma investigadora da PUC-S. Paulo, que desenvolveu um semestre na FEP no ano transato.

Participou em diversos projectos da OCDE em representação do Instituto de Inovação Educacional, de que foi vice-presidente. Foi, em diversos contextos, consultora do Ministério da Educação na área do currículo. É consultora do PAFC, Projeto de Autonomia e Flexibilidade Curricular, projeto regulamentado pelo Despacho 5908/2017.

 

Sérgio Lagoa

Licenciou-se em Filosofia em 1995, na Faculdade de Letras do Porto, é professor no ensino secundário. Fez mestrado em Pedagogia do E-Learning, com incidência em identidade digital e avaliação online. Mestrado em Ensino de Filosofia no Ensino Secundário sobre metodologias de trabalho colaborativo e ferramentas online na didática da filosofia. Foi Professor Cooperante (orientador) da FLUP. É membro da direção da Apf , da direção do SINATEC e presidente da assembleia geral da ATE XXI – associação para formação. É palestrante convidado da ANVPC na área das implicações éticas da Sociedade da Informação. Tem como principais interesses a Didática da Filosofia e a Filosofia da Informação. Editor do site “Páginas de Filosofia”.

 

 

 

 

 

NOTÍCIAS

Veja aqui todas as noticias APF mais recentes.

VER NOTÍCIAS

EVENTOS

Com carácter científico e didático, dirigidos a especialistas ou ao grande público, os eventos da Apf incluem seminários, palestras, ciclos temáticos, ações de formação creditada e cafés com filosofia.

CONHEÇA OS EVENTOS

RECURSOS

A Apf criou uma área de recursos para professores, estudantes e outros interessados na Filosofia.

VER RECURSOS