0
Share

Sessões compaixão SCML

Em colaboração com os Serviço de Desenvolvimento Cultural, da Direção da Cultura da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, a Associação de Professores de Filosofia promoveu durante o ano de 2018 um ciclo dedicado à Compaixão .

 

Sendo a Misericórdia de Lisboa uma instituição promotora da compaixão ativa pelo semelhante e tendo, generosamente, mostrado disponibilidade para dar ao tema um tratamento filosófico, permitimo-nos enquadrar a sua evolução, como produto por excelência, da Razão Pura no seu uso Prático, numa referência a Kant, quando o filósofo de Konigsberg coloca a lei moral como algo que deve  ser tomado como legislação universal.

 

Com esse espírito, propusemo-nos tratar o tema em três sessões:

 

A primeira ocorreu em 24 de Fevereiro, e foi da responsabilidade do representante da Apf, José Manuel Marques.

O orador procurou dimensionar a evolução do conceito de compaixão na história do pensamento Ocidental, desde a antiguidade pré-cristã até à importante revolução operada pela noção de próximo (cristianismo) e daí aos nossos dias, com a recente dimensão de perdão ativo trabalhada por Paul Ricouer.

 

A segunda sessão aconteceu em 28 de abril e versou a  compaixão na tradição espiritual do mundo não cristão. Teve a forma de painel e contou com um representante do budismo, Paulo Borges, um do hinduísmo, José Manuel Anacleto e outro do Islão, Khalid Jamal.

Foi interessante verificar como estas diferentes culturas preservam e enaltecem não só a reflexão compassiva, mas o ato compassivo.

A partir do século VI, a compaixão torna-se num pilar essencial na tradição espiritual fundada por Gautama Siddhartha, tal como já tinha sido sugerido pelo movimento reformador do hinduísmo, conhecido como Jainismo.

Posteriormente, já na nossa era, o Islão irá entender a compaixão como um dos mais importantes pilares  da sua prática espiritual.

Esta sessão contou, tal como tinha sucedido com a anterior, com um público interessado e  participativo

 

A terceira sessão, aconteceu em 23 de junho, e teve de novo a forma de um painel mas desta feito dedicado à Praxis da Compaixão.

A ideia foi reunir representantes de três associações de solidariedade social que refletissem e relatassem as ações concretas, por si levadas a cabo no terreno.

Assim, Ana Sofia Branco, em representação da Santa Casa, referiu o trabalho levado a cabo,  junto de populações de risco, nomeadamente os sem abrigo.

NOTÍCIAS

Veja aqui todas as noticias APF mais recentes.

VER NOTÍCIAS

EVENTOS

Com carácter científico e didático, dirigidos a especialistas ou ao grande público, os eventos da Apf incluem seminários, palestras, ciclos temáticos, ações de formação creditada e cafés com filosofia.

CONHEÇA OS EVENTOS

RECURSOS

A Apf criou uma área de recursos para professores, estudantes e outros interessados na Filosofia.

VER RECURSOS

Related Posts